sábado, 8 de outubro de 2016

Vulcão entra em erupção no Japão após 36 anos

O Monte Aso, vulcão situado no sudoeste do Japão e um dos mais ativos do país, registrou neste sábado (8) sua primeira erupção explosiva em 36 anos, sem que o fenômeno causasse danos graves ou afetasse o transporte, de acordo com informações da Agência Meteorológica do Japão (JMA, sigla em inglês).



O vulcão, de 1.562 metros de altitude começou a entrar em erupção durante a madrugada e cuspiu cinzas a uma altura de até 11 mil metros, segundo a JMA. Não há informações sobre danos na infraestrutura ou feridos nas imediações do Monte Aso, situado no coração da Província de Kumamoto, embora que algumas ruas amanheceram cobertas por finas camadas de cinza.

A JMA elevou o nível de alerta do 2 ao 3 (em uma escala de 5), por isso aconselha não se aproximar ao Monte Aso e alerta para o perigo de deslizamentos de terra. As províncias de Kumamoto e Oita sofreram em abril os piores terremotos que atingiram o Japão desde desastre de março de 2011.

No entanto, os especialistas desconhecem se estes tremores que deixaram 49 mortos e milhares desabrigados, afetaram de alguma maneira o Monte Aso. A última vez que este vulcão registrou uma erupção explosiva foi em janeiro de 1980.


FONTE: Sputnik News

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Falso Profeta erra ao profetizar eleição de vereador que perdeu

Um vídeo que mostra uma profecia falsa do apóstolo Agenor Duque, líder da Igreja Plenitude do Trono de Deus, viralizou nas redes sociais. Publicado por uma página de apologética, mostra uma “revelação” dada a Misael Santana, filho do conhecido pregador Abílio Santana e candidato à vereador em Salvador.




“Se a boca de Deus fala pela minha, amanhã nesse horário você estará cantando o hino da vitória, ou Deus não fala por mim?”, avisou Duque diante de centenas de pessoas, no que parece ser um culto ao ar livre. No final, Agenor decreta “Está selado, eu ligo na terra”. Contudo, o político baiano obteve apenas 1530 votos e não se elegeu. No material, que tem menos de um minuto, é possível ouvir o apóstolo pedindo que as pessoas repetissem: “eu profetizo 31000 bênçãos”.


Assista o vídeo:


Esse parece ser um expediente para que os fiéis decorassem o número que o candidato Misael, do PHS, usou nas urnas. Como é proibido pedir voto em cultos, ele procurou fazer parecido com o pastor da Assembleia de Deus que pediu “15.444 orações” para os fiéis durante um culto. Como esse era o número da candidata que ele apoiava, foi considerada propaganda irregular e ele acabou multado. Com mais de 45 mil visualizações somente no Facebook, o vídeo gerou uma onda de críticas. A maioria dos comentários chama Agenor Duque de “falso profeta” e censuram a mistura de política com religião.


FONTE: Gospel Prime

Passa de 840 o número de mortos pelo furacão Matthew no Haiti

Subiu para 842 o número de vítimas fatais após a passagem do furacão Matthew, no Haiti, informaram as autoridades locais. Devido à devastação, o número ainda deve continuar subindo. Os organismos de emergência continuam tentando chegar a comunidades severamente afetadas pelo fenômeno, que castigou na terça-feira passada o Haiti e obrigou ao adiamento das eleições gerais previstas para o próximo domingo, dia 9 de outubro.



Enquanto isso, dezenas de pessoas feridas começaram a chegar à capital, Porto Príncipe, vindas da cidade de Dame Marie, no sul do país, a região mais afetada pelo Matthew. As autoridades haitianas não puderam ainda determinar a magnitude dos danos e temem que o número de mortos aumente à medida que os socorristas consigam chegar aos locais que ficaram sem comunicação. A maioria das mortes aconteceram em Les Cayes, Dame Marie e Jeremie, no departamento Sul.



O acesso ao departamento de Grand Anse, no sudoeste, severamente afetado, está limitado ao transporte aéreo. O presidente interino do Haiti, Jocelerme Privet, reconheceu ontem que no futuro este país deverá construir de uma maneira mais segura para evitar situações como a que aconteceu.



"A destruição é muito considerável", disse Privert, garantindo que muitos países ofereceram assistência ao Haiti, que ainda não recuperou os estragos do terremoto de 2010 que deixou cerca de 300 mil mortos, quantidade similar de feridos e 1,5 milhão de afetados.

"Por enquanto estamos tentando melhorar a situação de urgência e o governo está em todo lado trabalhando", ressaltou. O governo haitiano assegurou que a situação é catastrófica no sul do país e apelou para a ajuda internacional.


FONTE: Notícias Terra

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Abelhas se tornam espécies ameaçadas de extinção pela 1ª vez

Pela primeira vez, as abelhas entraram na lista de espécies ameaçadas de extinção dos Estados Unidos. Sete espécies da subfamília Hylaeus, encontradas no Havaí, foram listadas pelo Serviço Americano de Pesca e Vida Selvagem (U. S. Fish and Wildlife Service), após um detalhado estudo feito em conjunto com a Sociedade Xerces, organização americana de conservação de invertebrados. A informação foi anunciada na última sexta-feira pelo órgão americano.



no site da organização alguns motivos para a diminuição dessas abelhas havaianas e apresentou petições pedindo a proteção dos órgãos federais às espécies ameaçadas. “As abelhas estão sumindo devido à perda de habitat, invasão de predadores e mudanças climáticas da ilha”, afirmou. Incêndios florestais, causados pela ação humana, e o aparecimento de espécies não nativas, como as “formigas aliens”, que se alimentam das larvas das abelhas, também foram apontados como responsáveis pela escassez dos insetos.

Segundo cientistas, as abelhas amarelas são essenciais para a polinização do ecossistema no Havaí. “Elas são decisivas para a preservação de plantas e outros animais da ilha”, disse Gregory Koob, do Serviço Americano de Pesca e Vida Selvagem (U. S. Fish and Wildlife Service)


Declínio das abelhas

A drástica redução, em todo o mundo, da quantidade de abelhas tem despertado preocupação na comunidade científica internacional. De 1940 até hoje, o número de abelhas diminuiu vertiginosamente – nos Estados Unidos, o país mais afetado pelo problema, caiu pela metade. Além da importância que têm para a biodiversidade, as abelhas são responsáveis pela polinização que garante a existência de quase 40% dos alimentos consumidos por nós.



Ainda é misteriosa a razão por trás desse sumiço, mas há consenso de que é um somatório de razões que acabou por construir um cenário cruel para os insetos. As abelhas estão perdendo seu habitat quando florestas e jardins dão lugar a construções ou mesmo a plantações de uma única cultura – a espécie necessita de alimentação variada para sobreviver. As intensas mudanças climáticas pelas quais passa a Terra, em consequência do aumento da emissão de gases do efeito estufa pelo homem, também colaboram para o desaparecimento dos insetos.

 As estações menos definidas, além das elevações e quedas bruscas na temperatura e na umidade, acabam por bagunçar o ciclo de florescimento das flores, das quais as abelhas são dependentes. Além disso, a disseminação do uso de pesticidas, que enfraquecem as colônias, e a ação de parasitas que atacam o organismo do animal, contribuem para a delicada situação das abelhas.


FONTE: Veja

Novo filme da Globo mostrará o diabo abrindo uma igreja

A Globo Produções irá lançar, ainda este ano, um filme sobre a “igreja do diabo”, mostrando Lúcifer como alguém em busca de popularidade e disposto a todo tipo de maldade como forma de atrair fãs. A premissa do filme lembra a da série norte-americana Lúcifer, que mostra satanás entediado com o inferno e agindo na terra à busca de emoções. O filme produzido pela Globo em parceria com a Imagem Filmes se chama “A Comédia Divina”, e tem direção de Toni Venturi.



O longa-metragem, que faz um trocadilho com o livro “A Divina Comédia”, de Dante Alighieri, sobre uma viagem ao inferno, terá como protagonistas os atores Murilo Rosa (diabo), Mônica Iozzi (repórter) e Zezé Motta (deus). A decisão de representar um deus com uma mulher negra repete a ideia controversa do escritor cristão William P. Young, autor do livro “A Cabana”. No entanto, o tom da personagem – já que o filme é uma comédia – está mais próximo do Jesus negro apresentado em “O Auto da Compadecida” (2000).


Sarcasmo

“A Comédia Divina” aposta em um espelhamento sarcástico para tentar fazer graça. Mostra o diabo abrindo sua própria igreja, cercado de belas mulheres, anunciando que tudo é permitido e usando uma emissora de TV para popularizar seu novo “negócio”. Com uma clara ironia aos líderes neopentecostais, que se valem dos meios de comunicação para popularizar suas denominações, o diabo do filme vai além, pregando a inveja como uma virtude, pois com ela, a concorrência leva as empresas a se superarem e manterem o mundo girando.

Por outro lado, o filme também tece críticas aos reality shows da TV, mostrando um programa de entrevistas chamado Satã Night Show, onde o diabo anuncia que irá “queimar pessoas ao vivo”. No trailer, deus se refere ao diabo como “filho” e critica a deslealdade dos seres humanos: “Os homens não são fiéis. Por isso criei o cachorro!”.


Assista o Trailer:


Apesar das referências dos atuais produtos de entretenimento, o roteiro do filme usou o conto “A Igreja do Diabo”, do escritor Machado de Assis, como base. As filmagens aconteceram em 2014, mas a estreia acontecerá somente no final deste ano. O roteiro do longa é baseado no famoso conto de Machado de Assis, “A Igreja do Diabo”, mas se passa nos dias de hoje. Rodado em 2014, sua estreia estava prevista para o final de 2016.


FONTE: Gospel +

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Bayer amplia oferta e compra a Monsanto por US$ 66 bi

A companhia de produtos químicos e de saúde Bayer comprou a produtora de sementes americana Monsanto com uma oferta de 66 bilhões de dólares. O negócio foi fechado depois de a oferta ser elevada pela terceira vez. O preço acertado foi de 128 dólares por ação, acima da oferta anterior da Bayer, de 127,50 dólares por ação. Essa é a maior aquisição empresarial registrada em 2015 até o momento e também a mais elevada oferta em dinheiro já registrada.



O acordo criará uma empresa que dominará mais de um quarto do mercado mundial combinado para sementes e pesticidas em uma rápida consolidação da indústria de insumos agrícolas. No entanto, os órgãos antitruste poderão examinar o negócio minuciosamente, e alguns dos próprios acionistas da Bayer têm sido altamente críticos sobre a aquisição, apontando riscos sobre o alto pagamento e uma possível negligência com o negócio farmacêutico da empresa. A transação inclui o pagamento de uma multa de 2 bilhões de dólares a ser paga pela Bayer à Monsanto caso não haja autorizações regulatórias. A Bayer espera que o acordo seja concluído até o fim de 2017.

A consultoria Bernstein Research afirmou nesta terça-feira que vê chance de apenas 50% de o negócio conseguir autorizações regulatórias, embora tenha citado uma pesquisa feita com investidores que apontou a probabilidade de 70%. “Acreditamos que há políticas contrárias à realização desse negócio que vão desde a insatisfação de fazendeiros com todos os seus fornecedores consolidando em face de baixos rendimentos líquidos agrícolas à insatisfação com a Monsanto deixando os Estados Unidos, que poderia fornecer atrasos e complicações significativas”, disse a consultoria, em nota.


FONTE: Veja

Juristas pedem impeachment de Gilmar Mendes

Um Grupo de juristas e representantes da sociedade civil apresentaram hoje (13) no Senado um pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes. Os autores são os juristas Celso Antônio Bandeira de Mello, Fábio Konder Comparato, Sérgio Sérvulo da Cunha e Álvaro Augusto Ribeiro da Costa; a ativista de direitos humanos Eny Raymundo Moreira; e o ex-deputado e ex-presidente do PSB, Roberto Amaral.




No pedido, o grupo acusa o ministro de adotar "comportamento partidário", mostrando-se leniente com relação a casos de interesse do PSDB e "extremamente rigoroso" no julgamento de casos de interesse do PT e de seus filiados, "nomeadamente o ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, não escondendo sua simpatia por aqueles e sua ojeriza por estes".

Para os autores, o ministro tem ofendido a Constituição, a Lei Orgânica da Magistratura e o Código de Ética da Magistratura ao não atuar com imparcialidade e conceder frequentes entrevistas nas quais antecipa seus votos e discute o mérito de questões sob julgamento do STF. Além disso, eles acusam Mendes de atuar de maneira desrespeitosa também durante julgamentos e utilizar o cargo a favor dos interesses do grupo político que defende.




"O partidarismo do ministro denunciado chegou a extremos constrangedores quando do julgamento, pelo STF, da ADI 4.650-DF, interposta pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil para arguir a inconstitucionalidade das disposições legais que permitiam, nas eleições para cargos públicos, o financiamento por empresas privadas. Com a votação, a ADI praticamente decidida, o ministro requereu vistas dos autos [com o único objetivo, como ficou patente, de impedir a conclusão do julgamento] e com ele permaneceu durante longos 18 meses, frustrando a ação do STF", cita o documento.

O pedido de impeachment cita outros exemplos de situações em que o ministro teria faltado com o decoro e agido partidariamente, como quando fez "graves acusações à Procuradoria-Geral da República e aos procuradores de um modo geral" em razão de vazamentos de delações premiadas. E ainda quando criticou a Lei da Ficha Limpa, acusando seus autores de "bêbados". Na opinião dos autores, o ministro tenta atuar como legislador ao sugerir e reclamar mudanças na legislação eleitoral, na condição de presidente do Tribunal Superior Eleitoral, criticando leis que "lhe cumpre aplicar".


Testemunhas

A peça arrola como testemunhas o escritor Fernando Morais, a historiadora Isabel Lustosa, o jornalista e escritor José Carlos de Assis, o ex-deputado Aldo Arantes e o historiador e professor universitário Lincoln Penna e designa o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcelo Lavenere, como advogado para acompanhar o processo no Senado Federal.

Como em outros casos, o pedido de impeachment segue para apreciação inicial do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Ele pode acatar, dando prosseguimento para que o Senado avalie a admissibilidade ou determinar o arquivamento da peça. Renan já recebeu pedido de impedimento de outros ministros do STF e do procurador-geral da República, e determinou o arquivamento de todos.


FONTE: Notícias Terra